Amuletos para ganhar em jogos de loteria

Amuletos para la suerte en las loterias

Você não pode esperar pela sorte, você tem que ir em busca dela. Às vezes a melhor maneira de atraí-lo é confiar em algum tipo de amuleto ou talismã, algo em que se possa confiar e aumentar as chances de sucesso.

Muitos jogadores de loteria se perguntam se realmente existem amuletos para ganhar em jogos de azar, porque a sorte é muitas vezes caprichosa.

Algumas pessoas têm mais sorte que outras, e você pensaria que elas não precisam de nenhuma ajuda de amuletos ou talismãs, mas isso nunca dói.

O que são amuletos da sorte?

Ao longo das gerações que nos precederam, histórias e crenças de múltiplas culturas foram criadas em torno de objetos aos quais certos efeitos favoráveis são atribuídos, e mais especificamente quando são usados em jogos de azar.

Os amuletos da sorte são objetos (geralmente animais ou minerais) que, de acordo com a tradição popular, oferecem proteção à pessoa que os usa.

A palavra “amuleto” vem do latim “amuletum”, que significa “um objeto que protege uma pessoa contra um problema”.

Os amuletos podem ser usados tanto para proteger contra influências negativas quanto para atrair a sorte, tudo depende do propósito para o qual são usados.

Todo jogador de loteria está procurando fortuna para sorrir para ele, e qualquer que seja sua cultura, a grande maioria segue rituais, ou tem um amuleto ou talismã, que carrega consigo permanentemente.

Vamos dar uma olhada nos detalhes básicos das crenças sobre alguns dos amuletos e talismãs que são comumente usados para atrair a sorte e a fortuna.

Amuletos clássicos para vencer em loterias

Entre os amuletos que existem em quase todas as culturas há três (3) que de uma forma ou de outra, ao longo dos anos se tornaram “os amuletos clássicos”:

O trevo de quatro folhas e a sorte.

A planta trevo cresce livremente nos campos e prados, de preferência em zonas temperadas e subtropicais.

A variedade mais comum é o trevo de três folhas ou trevo foliar, embora haja variações de quatro, ou mais folhas, embora não seja muito comum encontrá-las na natureza.

O trevo de quatro folhas é muito difícil de encontrar, não há uma estimativa exata, mas estima-se que haja uma proporção de 1/10.000 trevos de três folhas.

Devido à dificuldade em encontrar um trevo de quatro folhas, ele é considerado mágico e um fator de boa sorte para aqueles que o encontram e, segundo a lenda, todos os desejos e sonhos daqueles que os encontram por acaso serão realizados.

Há muitas crenças sobre o que significam esses quatro folhetos.

Para os cristãos, o trevo de quatro folhas representa as virtudes teologais: esperança, fé e caridade ou amor, enquanto a quarta folha representa a sorte.
Quatro pontos que lembram uma cruz, o símbolo por excelência do cristianismo.

Em outros casos estão relacionados com os quatro elementos: água, ar, fogo e terra. Já na Idade Média, o trevo de quatro folhas começou a ser considerado como um talismã de boa sorte.

A lenda tem sido transmitida ao longo dos anos, a ponto de, no século passado, sua popularidade ser tal que começou a ser introduzida nos elementos da joalheria.

Objetos para que as pessoas possam usá-los em colares, pulseiras e braceletes, anéis, botões, etc., a ponto de uma famosa marca de carro fazer dele seu símbolo.

Atualmente, na era tecnológica, até mesmo um emoji foi criado com esta característica.

O pé de coelho para atrair a prosperidade.

O pé de coelho continua sendo um dos amuletos favoritos para atrair fortuna e sorte em geral nas circunstâncias da vida, e especialmente naquelas ações que têm a ver com o jogo.

A crença neste amuleto, pode ser traçada desde o século VII a.C. como os povos celtas primitivos já tinham superstições e crenças sobre vários tipos de roedores que normalmente vivem no subsolo.

Essas pessoas pensavam que esses roedores, especialmente a lebre para criar suas tocas no subsolo, estavam mais próximos dos deuses e dos espíritos do submundo e por essa razão, adornavam-se com suas peles ou faziam colares e pulseiras com seus ossos, davam-lhes essa segurança, garantiam a fertilidade e traziam fortuna em seus bens.

No decorrer dos séculos, o coelho substituiu a lebre porque, mesmo mantendo as mesmas características, ela era mais abundante e mais fácil de obter.

Desde a Idade Média, quando era usado como presente ou presente entre reis e nobres, a ponto de ser usado pelas mulheres para fazer as pazes; uma tradição que tem sido mantida por anos e usada pelos atores até hoje.

A ferradura, um bom amuleto para atrair a fortuna

A ferradura foi introduzida na cultura ocidental no século VI, presa aos cascos dos animais por meio de sete pregos, e desde então e até hoje, o número sete é considerado boa sorte.

É atribuído à lenda de um ferreiro chamado Dunstan, que enganou o diabo que apareceu na casa do ferreiro para colocar algumas proteções em suas pernas como sapatos, porque por trás da aparência de um homem, ele tinha pernas que terminavam em uma espécie de cascos.

A experiência deve ter sido tão dolorosa para aquele estranho cliente que ele jurou nunca entrar em uma casa onde havia uma ferradura pendurada na porta.

Depois desta experiência, os cristãos costumavam colocar uma ferradura na lintel de suas portas para afugentar o diabo, e tal foi a aceitação deste símbolo, que ele até se tornou um puxador de porta e até mesmo um jogo de atirar ferraduras para ajustá-las a um pau preso no chão.

Superstições sobre a ferradura chegam ao ponto de dizer que elas devem ser encontradas, não compradas ou dadas, para que a sorte seja efetiva.

Outros Amuletos da Sorte ao redor do mundo

Não é surpreendente que culturas diferentes tenham adotado diferentes objetos e formas para criar seus próprios amuletos da sorte ou talismãs. Se percorrermos diferentes culturas, encontraremos uma variedade de objetos ou animais que são comumente usados para servir como talismãs pessoais.

Atualmente é bastante comum encontrar toda uma série de animais aos quais são atribuídas lendas misteriosas que favorecem a sorte e a proteção, e que em tamanhos diferentes podem ser encontrados como elementos decorativos na casa ou mesmo em tamanhos pequenos, pendurados em colares e pulseiras, tanto para homens quanto para mulheres.

Animais sortudos, tão diversos como: corujas, dragões, elefantes, escaravelhos, golfinhos. Ou tão peculiar a um território como o Sapo da Fortuna, em países asiáticos, ou o Torito de Pucará, no Peru.

Dentro daqueles objetos que podem ser minerais ou vegetais, ela tem uma importância especial:

  • The Cat’s Eye: aquele mineral muito apreciado na Índia para a confecção de colares, pulseiras e todos os tipos de ornamentos.
  • O bambu da sorte: amplamente utilizado no feng shui, representa vitalidade e honestidade, atrai abundância para a vida ou o trabalho e afasta os maus espíritos.
  • A Jamsa: também conhecida como a Mão de Fátima, ela previne doenças e atrai boa sorte.
  • A bolota: fruto de árvores tão diversas como o carvalho, azinheira, sobreiro, carvalho galego ou carvalho. Ela tem o poder de afugentar os inimigos de nossos interesses. Todos aqueles que estão entre nós e os objetivos que desejamos alcançar.

E também são considerados amuletos para atrair a sorte aqueles objetos que foram feitos manualmente para um propósito específico, como é o caso dos Dreamcatchers, muito comuns na tradição dos nativos americanos do Norte.

As moedas chinesas, segundo o feng shui, seu poder se baseia principalmente na forma que têm, com um buraco quadrado no centro que vem a representar a terra, e enquanto sua forma circular traz a proteção do céu, e a conjunção da terra e do céu é uma fonte de riqueza.

Amuletos e talismãs na era tecnológica

As crenças em alguns poderes “mágicos” que trazem certos amuletos ou talismãs, também atingiram a era tecnológica, podendo fazer parte de nosso modo de vida atual e de nosso trabalho, conectando-se com a Internet e as novas tecnologias.

Um pequeno software através de um script, quase imperceptível, ou uma imagem simples, naquele ou naqueles meios que normalmente usamos (PC, tablet, smartphone ou mesmo o console de jogos) podem ser portadores de sorte em geral e em particular para jogos de azar.

Powerball

Powerball

€ 72.381.400
Mega Millions

Mega Millions

€ 349.549.200
EuroMilhões

EuroMilhões

€ 29.000.000
Eurojackpot

Eurojackpot

€ 10.000.000
SuperEnalotto

SuperEnalotto

€ 145.100.000
La Primitiva

La Primitiva

€ 22.000.000
Powerball AU

Powerball AU

€ 12.676.097

OK